Memórias de Ilustres Desconhecidos #17 (12/01/2022)

Memórias de Ilustres Desconhecidos #17 (12/01/2022)

A D. Maria José, desde sempre foi adepta das marchas populares. Frequentou três marchas: a Marcha dos Cinco Lugares, a Marcha de Vilarinho e a Marcha da Ponte do Areal.

Nesta época festiva diz serem dias de alegria vividos por toda gente (…). Na véspera de São João os ensaios eram realizados à volta da Escola Secundária da Lousã e vinham pela avenida fora a desfilar até ao “Novo Banco”. Nunca sabiam se era os primeiros, segundos ou terceiros, uma vez que eram muitas as marchas a desfilar nessa mesma noite.

No fim do desfile era habitual ir ao baile e comer farturas. Era um momento de convívio entre os elementos da marcha. Iam trajados a rigor, os fatos só eram tirados no fim do arraial de São João.

Maria José é muito dada às pessoas e muito acarinhada na Lousã diz-nos que “estes dias eram a maior alegria do mundo inteiro”. Por norma, ia sempre à frente e era a Rainha da Marcha, os seus colegas diziam que cantava e dançava muito bem (…)