Memórias de Ilustres Desconhecidos #22 (23/02/2022)

Memórias de Ilustres Desconhecidos #22 (23/02/2022)

Com quase os seus 89 anos, ainda trabalha na terra e cuida da sua casa. Sente-se melhor na terra do que em casa. “Agora, os meus olhos já não querem que faça renda. Gosto de tratar das minhas flores.”

Umbelina, nasceu nas Levegadas, mas foi para Famalicão ainda muito pequena. Estudou até à 3.º classe. Regressou à sua terra natal aos nove anos de idade. A sua mãe inscreveu-a na escola em Serpins. A escola era em frente ao atual posto médico. Estudou apenas até aos onze anos para dar a oportunidade ao seu irmão de estudar. Depois foi tomar conta do gado (cabras e ovelhas) pelas terras de Serpins. “Como a minha mãe ia trabalhar eu ficava a guardar a casa, ia a lavar a roupa, fazia o comer e limpava a casa.” (…) “Gosto muito de passear, fui a muitos sítios de Portugal: Lisboa, Alentejo, Porto, Madeira, Açores. Gostei de tudo nestes locais. Ia sempre em excursão.”